Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Agora Somos 7

Um blog, de uma família de 7, para a partilha de dicas e interesses em diversas áreas.

Kit 1ºs socorros - em casa ou em viagem!

31.08.18

kit 1º socorros.jpeg

 Este é o nosso Kit 1º socorros em casa ou em viagem, desde que temos as crianças levamos connosco (ideia copiada à irmã)!

- Benuron em xarope e supositório

- Betadine

- Estojo Aptonia com 27 elementos, da Decathlon

4 compressas 5 x 5 cm
1 ligadura
8 compressas de limpeza
1 alfinete de dama
1 pinça de depilação
4 pensos pequenos
4 pensos médios
4 pensos grandes

- Pomada anti-inflamatória - que o marido tem tendência a sofrer de dores musculares

- Fenistil

- Bepantene feridas

- Compressas

- Tesoura

- Arnidol Picada de mosquitos

- Arnidol Pisaduras

- Corta-unhas

- Termómetro

- Comprimidos:

Cê-gripe

Paracetamol

Brufene

- Soro fisiológico

 

Em viagem ainda acrescentamos o protetor solar e uma compressa quente/frio como esta:

compressa.jpg

Os nossos garotos têm uma tendência enorme para quedas e pequenas feridas, pelo que aprendemos a andar munidos.

 

E vocês? O que nos faltará na caixa?

A mala de viagem das crianças - checklist!

14.08.18

Viajar com crianças é uma incógnita no que respeita ao que levar de roupa e coisas a preparar...pelo que uma checklist ajuda sempre!

 

check2.png

 

Viajei para algumas cidades europeias com o marido através da Ryanair, pelo que ficamos prós em levar somente uma mochila cada...mas com filhos a coisa muda de cenário.

O destino muda e agora com 2 filhos optamos por levar a sobrinha, como hotéis já ficam muito fora de orçamento, hotéis-apartamento ou casas são a eleição. 

 

Um dos critérios para a escolha é terem condições idênticas ou melhores que a nossa casa, como um jarro elétrico, um microondas e uma varinha mágica já são essenciais para a preparação de algumas refeições infantis.

 

Assim a nossa check-list consoante a idade, numa viagem de carro:

check.jpg

*Bebés são incertos e crianças dos 2 aos 3 se estiverem no desfralde o melhor é prevenir com muita roupa também

**a média são 8/dia mas mais vale prevenir

***(1 no carro, 1 na casa de banho e 1 na cozinha ou mala da mãe)

# sendo x subjetivo consoante a criança e número de dias

## com jogos e filmes previamente feito o download

check1.png

  

Depois dos 7 anos não faço ideia...não tenho experiência mas não deverá ser muito diferente. 

 

Alguma sugestão de mais itens essenciais?!

 

Por exemplo para os dois ainda tenho que levar a fronha das respetivas almofadas...são um bocado agarrados às almofadas mas do que percebi nas últimas ferias só mesmo às fronhas, o que são muito mais leves e fáceis de transportar eheheh

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vivendo num estilo minimalista...

06.08.18

Há coisa de 1 ano começamos nesta demanda de viver com o essencial...por inúmeras razões começamos a fazer uma limpeza na casa...

minimalismo.jpg

Demorou e ainda não está tudo...é incrível a capacidade de acumular e o fato de vivermos numa casa com imenso espaço não ajudou.

 

A roupa é o mais controlável, quase todos os anos damos uma geral e aquilo que não vestimos na última estação damos...e não, nem sempre compramos para substituir! Por acaso eu e o marido somos pouco consumistas nisto de roupa e calçado, muito com ajuda do nosso trabalho e estilo de vida que não requer coisas elaboradas!

 

Assim o ataque recaiu sobre roupas de cama e dos garotos...edredãos que só servem de enfeite e não aquecem não tem mais lugar nesta casa, lençóis desemparelhados, toalhas com meia medida como lhe chamo que nem são de cabelo nem de corpo...Roupa dos garotos ficou só mesmo a primeira roupa e 1 ou outra manta mais especial.. lençóis e cobertores, berço, espreguiçadeira... também doados! Se algum dia vier uma terceiro...compro tudo novo que também merece - foi o que disse a minha mãe perante a sua aflição de me ver livre de quase tudo!

 

Tapetes e carpetes fomos eliminando...ficaram somente 2 tapetes na cozinha, julgo que um cliché em todas as casas junto ao fogão e banca e 1 tapete em cada casa de banho junto ao lavatório.

 

A grande revolução foram as cortinas...tirámos todas...inclusive os varões! Controlamos a luz quando necessário com os estores...a minha mãe ficou chocada especialmente com esta!

 

01-Destralhar.jpg

Cd's e DVD's que parecem coisa do século passado e que já ninguém usa...tudo fora! Eram imensos...coisas de uma época em que se gravava e copiava tudo...já estamos noutra época!

 

Coisas de decoração que só servem para apanhar pó...em que a memória já não permite dizer quem deu ou quando deu ou porque comprámos.

 

Eletrodomésticos também se despacharam...afinal agora há os multifunções...exemplo da máquina do pão que agora fazemos no robot, ou o wook de fraca qualidade, formas e forminhas de bolos quando fazemos sempre na mesma, caixas de plástico sem tampa... 

 

Como referi no inicio ainda não sentimos que esteja tudo...ainda nos vemos com muitas coisas...mas isto vai por fases, por timings!

 

A próxima está marcada aos interiores das gavetas de mesinhas de cabeceira, cómodas e armários.

 

São 9 anos nesta casa...foram 9 anos a acumular...não podemos passar outros tantos com o que não é essencial!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Praia nas Salinas de Aveiro

04.08.18

A cidade tem uma nova praia bem perto do centro.

praia1.1.jpg

Mais umas salinas recuperadas e transformadas, a servir de inspiração para um espaço recreativo e de lazer bastante interessante chamado Salinas da Noeirinha ou Marinha da Noeirinha.

 

praia3.jpg

 

O acesso não é gratuito pelo que deixo aqui a tabela de preços:

IMG_02082018_164044.jpg

A entrada compra-se no mesmo espaço onde se podem comprar outros artigos:

Incluído umas bebidas ou um gelado Olá.

Nesta mesma casa em formato de salinas está uma casa de banho pública e outra de acesso a pessoas com mobilidade reduzida.

 

A praia, apesar de o areal não ser o maior que já vi (também não é o mais pequeno), achei a zona de água enorme (e parece que para o ano vai aumentar). Com mesas de piquenique e guarda-sóis de palha, 2 chuveiros, zona de caminhar para tranquilamente se dar uma volta e apreciar a paisagem, aos sensíveis dos pés como eu aconselho uns sapatinhos aquáticos como estes aqui, há bastantes conchas.

Ver se arrasto uns colegas para experimentar SUP (permissão confirmada).

 

E para quem quiser mais que a praia, pode combinar/reservar uma visita guiada às salinas, 

IMG_02082018_170556.jpg

ou ficar na esplanada apreciando apenas, 

IMG_02082018_165937.jpg

ou aproveitar e esfoliar a pele com o sal deixado mesmo para esse efeito.

IMG_02082018_170006.jpg

 

A chegada até lá não é das mais perceptiveis e com melhor aspeto mas como colocaram este sinal percebemos que vamos no sentido certo:

 

IMG_02082018_171141.jpg

 

Para aveirenses...estão a ver a ponte do laço? o parque de estacionamento das auto-caravanas? o nó dos acessos ao centro da cidade/praias?...é por aí...

mapa.png

 

Fui até lá com o marido conhecer...mas em breve irei com as crianças, quem se junta a nós?

 

 

 

 

 

 

Pé partido, 6 semanas de baixa...e tudo por causa de um brinquedo!

01.08.18

8h da manhã...já a sair atrasada de casa uma vez que entrava as 8h30...garotos no carro, cintos postos e pergunto se querem alguma bolacha...dizem os dois que sim pelo que volto a casa e...vejo o carrinho com que o Gustavo brincara momentos antes de sairmos  mesmo ali no degrau de entrada...danada por aquilo estar no caminho tento dar um chuto enquanto desço o degrau e 'pumbas'...

 

Caio de joelhos ao chão a chamar pelos santinhos todos...garotos no carro...lá me levanto em dor, vou até a cozinha pegar as bolachas...abro o portão, tiro o carro, fecho o portão e arrancamos em direção ao infantário!

bota.jpg

Saio em dor a pensar vai passar e temos que nos despachar...pois sim...com o Gustavo ao colo a mancar com dores, Gabriela a sofrer por mim! O trajeto que já é longo desde o estacionamento até às creche, tornou-se infindável!

 

O relógio não parava e eu mais lenta...mas miúdos entregues poderia agora analisar porque raio passados 30min aquela dor ainda não tinha passado...cheguei ao carro tirei o sapato e a meia e vi um papo...uma bola lateral não suposta (tendo em conta que os meus pés são o mais direito/reto que alguma vez vi, facil ver que aquilo não seria bom sinal)!

 

bola pe.jpeg

 Liguei a avisar no trabalho que talvez não conseguisse ir...pelo menos 8h30 já não entraria de certeza!

 

Fui para o hospital privado aqui da zona e as dores toleráveis desde que não caminhasse deixavam-me esperançada que passaria rápido! Bem enganada que estava! Depois de 2 médicos e 4 raio-x ao pé lá veio o diagnóstico de fratura no 5o metacarpo sem desvio.

 

Ou seja não seria necessário gesso, só repouso!

 

Bateu a depressão...

 

Como uma mãe de 2 filhos sozinha de manhã e com um filho no desfraldar consegue estar de repouso?!

 

Há sempre tanta roupa para tratar...e compras para fazer...uma casa inteira para gerir e arrumar OMG!!!

 

E ainda a sala da filha ia ao Dino Parque dali a 6 dias, do qual me voluntariei a ir assim que soube...impossível agora!

 

Disse ao ortopedista que precisava de andar e as muletas não eram o ideal...assim receitou uma bota Walker e um pe elástico.

 

 

Um dinheirão...80€ a bota...valeu-me o seguro...mas ainda que não tivesse seguro recomendo a toda a gente! Não sei o que a bota tem de especial mas comn ela conseguia dar uns passos que com sapato não conseguia, foi garantido logo no momento da compra.

 

IMG_20062018_105558.jpg

Só 1 semana depois é que conseguia pousar o pé do chão...o que deu imenso jeito para o banho e dar o leite ao Gustavo de noite sem gemidos. O pisado estava a passar pelas cores todas.

IMG_20062018_182921.jpg

Ao fim de 2 semanas, nada de novo...deprimi mais um pouco pois repeti o raio-x e continuava partido...sem sentir melhorias...além de que parecia um pé zombie tal o pisado.

 pisado1.jpg

Ao fim de 3 semanas conseguia já ir do quarto à casa de banho sem a bota. Fiquei toda contente...pois calça-la e aperta-lw não era propriamente rápido.

 

Ao fim de 4 semanas nada de novo.

 

Ao fim de 5 semanas o pisado já muito pouco, o pé já cabia na sapatilha e nova consulta de ortopedia, novo raio-x. O médico diz que já não está partido, mas nada de jogar à bola.

 

A 2 dias de ir trabalhar ainda doía...mas nada que o pé elástico não resolvesse. 

 

Hoje, rumo ao trabalho...

 

 

A agradecer a minha 'bff' Mafalda que foi logo ter comigo ao hospital assim que soube e lá aprendeu a conduzir uma cadeira de rodas...ou quase vá!

À Cláudia que largou as suas compras para me ir levar o carro a casa.

À sobrinha Marta que veio montes de dias para nossa casa e assim ajudar-me com os miúdos sobretudo de manhã e com as tarefas de casa.

Ao marido que teve dias que teve de fazer as tarefas dele e as minhas, trabalhar e providenciar o nosso sustento (pois com um mal entendido, nada de dinheiro da seg social) e atingir o cansaço extremo!