Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Agora Somos 7

Um blog, de uma família de 7, para a partilha de dicas e interesses em diversas áreas.

Pé partido, 6 semanas de baixa...e tudo por causa de um brinquedo!

01.08.18

8h da manhã...já a sair atrasada de casa uma vez que entrava as 8h30...garotos no carro, cintos postos e pergunto se querem alguma bolacha...dizem os dois que sim pelo que volto a casa e...vejo o carrinho com que o Gustavo brincara momentos antes de sairmos  mesmo ali no degrau de entrada...danada por aquilo estar no caminho tento dar um chuto enquanto desço o degrau e 'pumbas'...

 

Caio de joelhos ao chão a chamar pelos santinhos todos...garotos no carro...lá me levanto em dor, vou até a cozinha pegar as bolachas...abro o portão, tiro o carro, fecho o portão e arrancamos em direção ao infantário!

bota.jpg

Saio em dor a pensar vai passar e temos que nos despachar...pois sim...com o Gustavo ao colo a mancar com dores, Gabriela a sofrer por mim! O trajeto que já é longo desde o estacionamento até às creche, tornou-se infindável!

 

O relógio não parava e eu mais lenta...mas miúdos entregues poderia agora analisar porque raio passados 30min aquela dor ainda não tinha passado...cheguei ao carro tirei o sapato e a meia e vi um papo...uma bola lateral não suposta (tendo em conta que os meus pés são o mais direito/reto que alguma vez vi, facil ver que aquilo não seria bom sinal)!

 

bola pe.jpeg

 Liguei a avisar no trabalho que talvez não conseguisse ir...pelo menos 8h30 já não entraria de certeza!

 

Fui para o hospital privado aqui da zona e as dores toleráveis desde que não caminhasse deixavam-me esperançada que passaria rápido! Bem enganada que estava! Depois de 2 médicos e 4 raio-x ao pé lá veio o diagnóstico de fratura no 5o metacarpo sem desvio.

 

Ou seja não seria necessário gesso, só repouso!

 

Bateu a depressão...

 

Como uma mãe de 2 filhos sozinha de manhã e com um filho no desfraldar consegue estar de repouso?!

 

Há sempre tanta roupa para tratar...e compras para fazer...uma casa inteira para gerir e arrumar OMG!!!

 

E ainda a sala da filha ia ao Dino Parque dali a 6 dias, do qual me voluntariei a ir assim que soube...impossível agora!

 

Disse ao ortopedista que precisava de andar e as muletas não eram o ideal...assim receitou uma bota Walker e um pe elástico.

 

 

Um dinheirão...80€ a bota...valeu-me o seguro...mas ainda que não tivesse seguro recomendo a toda a gente! Não sei o que a bota tem de especial mas comn ela conseguia dar uns passos que com sapato não conseguia, foi garantido logo no momento da compra.

 

IMG_20062018_105558.jpg

Só 1 semana depois é que conseguia pousar o pé do chão...o que deu imenso jeito para o banho e dar o leite ao Gustavo de noite sem gemidos. O pisado estava a passar pelas cores todas.

IMG_20062018_182921.jpg

Ao fim de 2 semanas, nada de novo...deprimi mais um pouco pois repeti o raio-x e continuava partido...sem sentir melhorias...além de que parecia um pé zombie tal o pisado.

 pisado1.jpg

Ao fim de 3 semanas conseguia já ir do quarto à casa de banho sem a bota. Fiquei toda contente...pois calça-la e aperta-lw não era propriamente rápido.

 

Ao fim de 4 semanas nada de novo.

 

Ao fim de 5 semanas o pisado já muito pouco, o pé já cabia na sapatilha e nova consulta de ortopedia, novo raio-x. O médico diz que já não está partido, mas nada de jogar à bola.

 

A 2 dias de ir trabalhar ainda doía...mas nada que o pé elástico não resolvesse. 

 

Hoje, rumo ao trabalho...

 

 

A agradecer a minha 'bff' Mafalda que foi logo ter comigo ao hospital assim que soube e lá aprendeu a conduzir uma cadeira de rodas...ou quase vá!

À Cláudia que largou as suas compras para me ir levar o carro a casa.

À sobrinha Marta que veio montes de dias para nossa casa e assim ajudar-me com os miúdos sobretudo de manhã e com as tarefas de casa.

Ao marido que teve dias que teve de fazer as tarefas dele e as minhas, trabalhar e providenciar o nosso sustento (pois com um mal entendido, nada de dinheiro da seg social) e atingir o cansaço extremo!