Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Agora somos 7

Um blog para a partilha de dicas e interesses de uma família de 7 (cães à mistura) em diversas áreas.

Agora somos 7

Um blog para a partilha de dicas e interesses de uma família de 7 (cães à mistura) em diversas áreas.

Montar árvore Natal no dia certo!

Parece que há um dia para tudo...até para montar a árvore de Natal...e nós sem querer adivinhamos.

IMG_03122017_094848.jpg

Hoje dia 3 de Dezembro é o dia certo,  segundo a tradição cristã é no primeiro domingo do Advento – o quarto domingo antes do aniversário de Cristo a 25 de Dezembro. Depois do dia 6 de Janeiro voltamos a guardar tudo.

 

Cá por casa não somos aficionados pelo Natal...eu gosto, o marido mais ou menos, as crianças suponho que adorem...pelo que montamos a árvore e nada mais de enfeites.

 

IMG_03122017_094520.jpg

Nos dias 24 e 25 a família reúne-se...espetacularmente como em qualquer aniversário, partilhamos presentes (usamos a técnica do amigo invisível, ou seja apenas compramos um presente, cada adulto compra para outro adulto e um presente para todas as crianças).

 

Vi esta informação que achei interessante no site http://www.gazetadopovo.com.br/haus/decoracao/qual-o-dia-certo-para-montar-a-arvore-de-natal/:

 

Por trás da decoração

As luzes dos pisca-piscas que embelezam a cidade no período natalino têm um importante sentido para os cristãos. “Ela representa a própria luz, que é Jesus”, diz o padre. Os pinheiros de Natal, por sua vez, representam a vida. “Em encenações de civilizações antigas antes do Natal, era comum associar a árvore a Cristo, que trouxe a vida. Colocavam frutos, pedacinhos de pão para enfeitar, e a criatividade foi para dentro das casas”, explica o coordenador do curso de Teologia da PUCPR, Cesar Leandro Ribeiro.

O teólogo destaca ainda que a data de celebração do nascimento de Jesus é simbólica, e explica a consolidação do 25 de dezembro. “A origem de tudo está em uma antiga festa pagã, de muitos séculos antes de Cristo, que era relacionada ao sol. Era uma celebração difundida em vários povos e culturas, e coincidia com o solstício de inverno (no hemisfério norte), quando tínhamos a noite mais longa do ano. A partir daquela noite o sol voltaria a brilhar por mais tempo”, explana. Quando o cristianismo passou a ser a religião oficial do Império Romano, a partir do século IV, a festa ao sol foi substituída pela celebração natalina.

 

E por aí a que dias montam os vossos enfeites de Natal? Ou só a árvore?

2 comentários

Comentar post