Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora somos 7

Um blog para a partilha de dicas e interesses de uma família de 7 (cães à mistura) em diversas áreas.

Agora somos 7

Um blog para a partilha de dicas e interesses de uma família de 7 (cães à mistura) em diversas áreas.

Ideias para preparação da comida de Natal: Inovar sem fugir à tradição!

A pensar no Natal e em toda a logistica de organizar a festa de familia...

 

No Natal há tradições que não devem ser ignoradas, como o bacalhau ou o polvo na noite da consoada, e o cordeiro ou o cabrito no almoço do grande dia. Já para não falar, claro, nos bolos e nos doces, pois o bolo-rei, as filhoses, as rabanadas e os sonhos são apenas algumas das iguarias que têm lugar cativo numa mesa bem natalícia.

 

thumbnail_imagem 1.jpg

 (Fonte: pintrest)

 

No entanto,como andamos cada vez mais preocupados com o que comemos a procura de opções sem glúten, sem lactose e sem açúcar têm sido cada vez mais recorrentes, apesar de às vezes ser dificil a sua compra devido aos preços altíssimos deste tipo de produtos.

 

Porém, a boa notícia é que, especialmente no que toca a bolos e a doces natalícios, podem ser vocês mesmos a colocarem as mãos na massa, respeitando as restrições que achem necessárias, sem dificuldades nem muitos custos. Para isso, é só preciso termos a noção de que existem alternativas muito saudáveis e que nos permitem obter pratos maravilhosos, sem sequer fugir à tradição. Indico-vos algumas:

 

* Para temperarem os vossos pratos, sobretudo as carnes para o dia de Natal, fujam aos molhos e aos temperos de supermercado. Façam tudo em casa, com ingredientes caseiros (aqui robot de cozinha a funcionar a topo - cookii) . Para além de serem mais saudáveis, ficam muito mais em conta;

 

* Para confeccionarem os bolos e os doces, existem farinhas bem melhores do que as de trigo, que, para além de não conterem glúten, acabam por se tornar mais benéficas para o organismo. Por exemplo, têm à vossa disposição a farinha de aveia, de trigo sarraceno, de arroz, de alfarroba, de amêndoa, de coco, de castanha e de mandioca, assim como o polvilho doce/azedo;

 

* Se os lacticínios vos fazem mal ou estão fora das vossas opções, devido à lactose ou à proteína do leite de vaca, optem por cozinhar os vossos bolos e doces com as alternativas vegetais, como a bebida de soja, de aveia, de coco, de arroz ou de amêndoa;

 

* Apostem em ingredientes como as raspas de coco, as raspas de casca de laranja/limão, a canela ou as pepitas de chocolate puro. Não engordam e dão um óptimo sabor às sobremesas;

 

* Por último, substituam o açúcar refinado por fontes de açúcar mais saudáveis. Podem, por exemplo, apostar na frutose (proveniente da fruta), no entanto, se quiserem deixá-la de lado, saibam que as melhores opções recaem sobre o açúcar de coco, o mel e as tâmaras;

 

Não há dúvidas de que existem alternativas muito mais saudáveis e acessíveis que vos ajudam a confeccionar as vossas iguarias de Natal, basta procurarem bem nos hipermercados ou nas lojas da especialidade.

 

Porém, se forem como eu e virem que não têm mesmo jeito para a cozinha, não arrisquem… mais vale contratarem um serviço de catering que cozinhe por vocês!

23909141-desenhos-animados-papai-noel-natal-cozinh

 

(Fonte: net)