Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Agora somos 7

Um blog para a partilha de dicas e interesses de uma família de 7 (cães à mistura) em diversas áreas.

Agora somos 7

Um blog para a partilha de dicas e interesses de uma família de 7 (cães à mistura) em diversas áreas.

Ida a um centro espirita...

Não me recordo como decidimos ir a um centro espirita, acho que por 2 amigos diferentes na mesma semana nos terem falado no assunto e/ou porque estava doente.

Estava eu grávida do Gustavo, a minha mãe ficou com a Gabriela e lá fomos nos a aventura.

 

Depois ainda fui com uma amiga, com a minha mãe, com a sobrinha e a Gabriela...enfim...Estava de baixa por 20 dias e acho que fui nos dias todos em que estavam abertos...as segundas e quintas para público em geral e sábados direccionado para as crianças. Experimentei uma sessão...sai de la a tremer e a minha voz tremia ao fazer a perguntas...

 

Experimentei um "tratamento" que não senti nada...mas recomendei à minha mãe...coitada...saiu de lá transtornada e com os olhos cheios de lágrimas..de ressalva o "tratamento" é Reiki..nem nos tocam...é desencadeado com energia...mas afetou-a na mesma de algum modo...

 

Também não tenho vergonha de falar em público..por isso se tinha duvidas..pedia o microfone e tirava-vas!

 

Uma das vezes, seguido de uma leitura de psicografia (mediuneidade através da escrita) em nada a história tinha a ver com o que ia perguntar, comecei a chorar e ainda demorei uns minutos a recuperar...

 

Outra vez caí ao ir para lá depois de já ter estacionado o carro...mas o centro de gravidade de uma grávida de 8 meses não é o mesmo...esmurrei queixo e joelho!

 

E ainda houve a vez que queria falar e a minha voz foi-se! Costumo dizer que sempre que falo demais cortam-me o 'pio'...

 

A Gabriela levei-a duas vezes...das duas vezes...mesmo não conhecendo o sítio, mal chegava a porta começava a espernear...

 

Depois recomecei a trabalhar, o Gustavo nasceu e não fomos mais...

Do centro posso dizer que todos transmitiam muita serenidade...mas por alguma razão nunca foi tranquilo la ir e, por agora não sinto a necessidade...

2 comentários

Comentar post