Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora Somos 7

Um blog, de uma família de 7, para a partilha de dicas e interesses em diversas áreas.

Escolas bem diferentes do que conhecemos...

19.03.18

Andava a Gabriela no youtube e deu com um vídeo de escolas bem diferentes e assim deu-me ideia para este post.

escola.jpg

Do site Incrivel Club ( o link ) escolhi 10 que aqui ficam:

 

Escola do Parque Zoológico em Antonio School, Estados Unidos

zoo.png

O objetivo da escola é ensinar as crianças a proteger e apreciar a natureza, desenvolver habilidades motoras finas e sociais, bem como prepará-las para uma educação melhor, ensinando matemática e pré-alfabetização.

As crianças passam pelo menos meio dia no zoológico, conhecendo o mundo animal por meio de jogos e palestras.

 

O marido ia adorar esta...ainda acho que passou ao lado de uma grande carreira como tratador de felinos!

 

Jardim de infância na floresta

fo.png

Estas são pré-escolas (a da imagem fica na Alemanha) em que as crianças podem brincar e aprender em um ambiente natural, em vez de salas de aula chatas. Embora pareça que as crianças apenas se divertem, o processo educacional é construído para que aprendam arte, comunicação e matemática.

 

esta para os meus filhos claro!

 

Escola Orestad, Dinamarca

di.png

Estamos acostumados com as salas de aula, mas este edifício é uma sala de aula em si. Como a escola é voltada para mídia, comunicação, e cultura, tudo aqui é projetado para ensinar aos alunos a pensar e a criar um ambiente de aprendizagem confortável.

Existem enormes “tambores” equipados com almofadas macias, onde os alunos podem se dividir em grupos para fazer projetos, tarefas ou aproveitar as pausas.

 

Esta, ia eu adorar!

 

Escola verde, Bali

ba.png

A escola mais verde do mundo”, localizada na selva, se baseia nos princípios da alegria, paixão e bondade. É feita de bambu para preservar a beleza e o meio ambiente, os professores ensinam as crianças a sentir a natureza e a cuidar dela.

Além das atividades escolares regulares, os alunos têm a oportunidade de experimentar algo novo em diferentes campos e se preparar para a vida real.

 

Pontes Gondola, Nepal

go.png

Os rios no Nepal podem ser enganadores. Durante a maré alta, são impossíveis de cruzar a pé. Esta é a razão pela qual as crianças têm de usar tarpuls, pontes de arame ou gôndolas. Esta forma de transporte pode causar lesões nas mãos ou mesmo a morte, mas a outra opção é permanecer isolado por semanas, sem chance de receber educação.

 

Escola primária de Gulu, China

ch.png

escola primária de Gulu é provavelmente a mais remota do mundo. Está localizada na província de Sichuan, quase nas nuvens — uma viagem de ida leva 5 horas.

 

Povoado de Atule’er

po.png

Em Atule’er, na China, a educação é algo pela qual as crianças devem se esforçar. Os estudantes têm de escalar escadas difíceis de enredadeiras e se segurar em rochas durante a viagem de 90 minutos até a escola.

A subida é tão perigosa que decidiram aceitar um tipo de programa de internato, dessa maneira as crianças voltam para casa apenas duas vezes por mês.

 

Para a sobrinha com 16 anos (e os meus filhos quando crescerem) a escola Finlandesa é a que se encaixa melhor nos nosso perfis:

fin.jpg

1. O papel do professor

Aprender não será mais baseado somente no ensino expositivo e como ensinar partirá sempre da pergunta: “Como se aprende?”

 

2. Interatividade, digitalização e tecnologia

Pretende-se difundir o uso dos tablets para que haja liberdade de pesquisa. Os alunos também poderão usar a biblioteca à vontade durante a aula e terão acesso a diversos tipos de materiais.

Matérias e assuntos que tenham conteúdo mais expostivo serão ministradas de maneira a estimular a interatividade. Ex: com jogos, quadros inteligentes etc.

 

3. Multidisciplinaridade e ensino baseado em fenômenos

O currículo estabelece que as escolas deverão realizar no mínimo UM projeto multidisciplinar por ano, que será decidido em conjunto com os alunos, baseado em suas curiosidades. 

 

4. Plano de estudos

Um dos projetos prevê que as crianças tenham liberdade para construir um plano de estudos baseado em suas preferências. O plano de aulas será composto por algumas lições obrigatórias, que terão uma carga-horária estabelecida de acordo com o mínimo necessário, e por matérias eletivas, dando espaço para que a criança construa um currículo mais personalizado.

 

5. Novas matérias

”Vida em trabalho”, ”vida em comunidade”, economia doméstica, tecnologia da informação (incluindo aspectos de codificação e inteligência artificial).

Matérias que já existiam, porém numa carga-horária reduzida, como carpintaria, costura, música, trabalhos manuais e artes, terão seu oferecimento intensificado.

Os alunos serão estimulados a aprender fora da escola também por meio de passeios, aulas ao ar livre, em museus, florestas e diversos lugares. Haverá liberdade para que todas as áreas da escola sejam aproveitadas.

 

Do site https://www.brasileiraspelomundo.com/revolucionando-o-ensino-e-a-escola-na-finlandia-081644354

 

com sugestão de vídeo:

 

Vamos lá Portugal...copiar o que se faz de bem lá fora:)