Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Agora Somos 7

Um blog, de uma família de 7, para a partilha de dicas e interesses em diversas áreas.

Alergias, Gastroenterite, Amigdalite e Varicela...

24.03.18

Quem teve isto tudo desde que o mês de Março começou? Há pois é...o Gustavo (quase quase a fazer 2 anos) anda numa maré de sorte!

Ele e nós...o meu défice de atenção está claramente nos 100%. Férias de Páscoa a curar coceira...

pocoyo-varicela.jpg

E poderia-se pensar que mãe de duas crianças saberia lidar com a varicela...mas não... a Gabriela ainda não teve...ou pelo menos não se manifestou uma vez que todas as crianças da sala dela tiveram e ela nada de nada!

 

Pelo que fui pesquisar e partilho com quem tiver eventualmente que fazer o mesmo, no site da dodot:

 

O que é?

A varicela é uma doença comum na infância causada pelo vírus varicela-zoster (VZV), que geralmente provoca febre e uma erupção na pele que consiste em pequenas vesículas (ou bolhas) de conteúdo aquoso, rodeadas por uma auréola rosada ou avermelhada, que podem aparecer em qualquer parte da pele, no couro cabeludo ou nas mucosas (boca, garganta, genitais). A varicela pode aparecer em qualquer idade, mas o mais frequente é afetar crianças com menos de 10 anos.

 

E o mais importante, como se contagia?

O vírus VZV contagia-se através do ar, a partir das lesões cutâneas ou da garganta da pessoa infetada. O vírus é inalado e a doença manifesta-se cerca de duas semanas mais tarde (de 10 a 20 dias). É pouco provável que as pessoas que já tenham tido esta doença voltem a contraí-la, mesmo que entrem novamente em contacto com o vírus. Apesar de tudo, e embora seja pouco frequente, por vezes pode-se ter varicela pela segunda vez. Nesse caso, a doença é normalmente leve e tende a aparecer em crianças que a tenham contraído pela primeira vez com menos de um ano de idade.

 

Um à parte que até já me aconteceu, enquanto estava grávida - post aqui

Quem já tiver tido varicela transportará o vírus nas suas células nervosas toda a vida, pelo que este pode reaparecer anos mais tarde originando um Herpes Zoster, que consiste numa erupção com vesículas, por vezes muito dolorosa, que afeta uma zona estreita (como uma banda) de apenas um lado do corpo, geralmente nas costas. Embora o Herpes Zoster afete geralmente os idosos, às vezes também afeta crianças.

 

Os sintomas e o desenvolvimento da doença: 
Por vezes, as crianças sentem-se mal um dia antes da erupção da varicela, mas normalmente, o primeiro sinal da doença é o aparecimento de pequenas lesões vermelhas semelhantes às picadelas de inseto. Nas 24 horas seguintes, estas lesões transformam-se em pequenas vesículas de conteúdo aquoso claro e, mais tarde, turvo, que finalmente secam e formam crostas. Uma pessoa doente pode apresentar entre 20 a mais de 1000 destas lesões, mas o normal situa-se entre as 250 e as 500. Esta erupção provoca uma comichão intensa, o que origina irritabilidade durante o dia e falta de sono durante a noite. A maioria das crianças tem febre, mas poucas vezes elevada (quanto mais severa for a erupção, mais alta será a febre). Também podem apresentar uma dor de garganta leve e uma inflamação dos gânglios do pescoço. É frequente a falta de apetite.

À medida que as bolhas forem formando crostas e a febre baixar, o seu filho começará a sentir-se melhor. A doença dura normalmente de 7 a 10 dias e as lesões que possam aparecer nos olhos não requerem um tratamento especial, a menos que produzam uma vermelhidão ou inchaço acentuado. Quando as crostas caírem, podem deixar manchas claras ou escuras, que quase sempre desaparecem ao fim de alguns meses, apesar de poderem demorar anos.

 

 

Por aqui das alergias curamos com Fucidine e Aerius e continuamos sem saber o que lhe causou tanta comichão ao ponto de fazer feridas na cabeça que taparam com crosta láctea, orelha cortada, feridas pelo corpo...muito estranho coitadinho! Tão estranho que o médico das urgências nos pediu para levarmos o Gustavo, 3 dias depois da medicação e 1 semana depois...melhorou mas não passou totalmente um dos tipos de alergia.

 

A gastroenterite foi muito ao de leve 2 dias com diarreia, um vómito e passou.

 

A amigdalite com o belo do antibiótico de 3 dias - 3 tomas, Benuron em supositório e o garoto aguentou.

 

Desta vez ficamos mesmo por casa 7 dias de baixa, com xarope Atarax (ando a dar 1 vez por dia) e um creme pomada da Uriage Gel Prurido, que custou os olhos da cara (15€) e estou a colocar umas 3 vezes por dia, tudo para aliviar a coceira.

 

E é assim fim do inverno, inicio da primavera!

 

4 comentários

Comentar post