Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Agora Somos 7

Um blog, de uma família de 7, para a partilha de dicas e interesses em diversas áreas.

Presente dia da criança?!?!?! Sugestões...

28.05.18

Bem bem...se nós pais recebemos um presente feito pelas crianças e educadoras nos nossos respetivos dias parece-me justo que as crianças recebam no dia da criança algo.

dia da crian.jpg

 

Enquanto pais não somos la muito prendados para trabalhos manuais ou desenhos, pelo que vamos comprar mesmo.

 

Pensei no escorrega deste género:

escorrega.jpg

Mas o marido disse logo que não. Que era um acidente à espera de acontecer e pequeno demais.

 

Mais brinquedos, eliminamos logo da equação, não sei como é nas vossas casas mas na dos outros os nossos filhos até brincam com brinquedos, na nossa usam muito poucos.

 

A Gabriela bem que gostaria de uma boneca LOL

lol.jpg

Mas recebeu 2 da tia e madrinha (uma pet e uma glitter) e só as adorou abrir e durante 1 semana. O Gustavo acho que só quer bolas, pistolas e carrinhos...nada que não falte em casa.

 

Assim resta-nos dar algo útil e que os cative...uma escova de dentes!!!! aha ah

 

escova.jpg

Esta para a Gabriela claro, o Gustavo recebe uma normal que as elétrica são recomendadas apenas para maiores de 3 anos, uma vez que fazem alguma pressão nas gengivas.

O  sitio mais barato que encontrei foi online na Media Markt a 16.9€, mas está indisponível, espero que haja na loja.

 

As escovas dentes eléctricas são boas porque:

 

A principal vantagem é executarem os movimentos de escovagem por si. O facto de ser elétrica não reduz o tempo de escovagem. A maioria das escovas “temporizam” 2 minutos para uma boa limpeza.

Outro ponto positivo é a redução do esforço a escovar. São uma boa opção para utilizadores idosos ou com mobilidade reduzida. Em contrapartida, implicam um maior custo de manutenção, com o carregamento da bateria.

Um estudo de 2014, publicado na Cochrane Library, concluiu que as escovas elétricas, em especial com rotação e oscilação, são mais eficazes a remover a placa bacteriana do que as manuais. Após três meses de uso, registou-se uma redução de 21% da placa bacteriana e 11% de gengivite. Mas a técnica de escovagem é mais importante do que o tipo de escova. Consegue obter o mesmo resultado com uma escova manual, desde que faça uma boa escovagem.

Fonte: Deco proteste

 

E por aí o que vão dar aos garotos e que idade têm? para ir tirando ideias:)

 

 

 

 

Qual a forma mais fácil para comprar uma casa?

25.05.18

Há 9 anos comprámos casa e se sabíamos o que sabemos hoje talvez tivéssemos procurado mais (vimos apenas 3), esperado mais tempo (comprámos em 3 meses) e perguntado mais sobre crédito.

casa.jpg

A compra de casa será talvez a maior transação financeira que alguma vez fizemos ou faremos, e para nós como para a maior parte das pessoas, é um investimento considerável. É uma decisão que deve ser tomada de forma consciente e com a orientação correta. Para a maior parte das pessoas a forma mais fácil para comprar casa, passa por uma solução de crédito à habitação e pelo aconselhamento especializado de um intermediário.

Deixo algumas questões que devemos ter em conta durante o processo de aquisição de casa e acesso ao crédito à habitação que se hoje pensamos, há 9 anos, com 25 anos, nem sabíamos bem que era preciso:

1. Qual o valor que tem para dar de entrada?

2. Conhece a sua taxa de esforço?

3. Quanto poderá pagar de prestação mensal?

4. Qual é a taxa de juro que vai escolher?

5. Qual o valor anual estimado para pagar seguros relacionados com o crédito à habitação?

6. Qual é o valor do IMI (imposto municipal sobre imóveis) e IMT (Imposto Municipal Sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis) ?

 

A resposta a estas questões ajudam-nos a planear melhor as condições de acesso ao crédito à habitação.

Assim, antes de fazer um crédito à habitação, provavelmente o maior crédito das nossas vidas, o melhor é mesmo conhecer os limites financeiros.

 

O valor a dar de entrada, ou seja o que temos de poupanças para financiar a compra de casa é importante, uma vez que os bancos na sua maioria emprestam até 80% do valor da mesma.

 

 

O que é e como calcular a taxa de esforço?

Este indicador corresponde ao rendimento que se tem disponível para fazer face às despesas do dia-a-dia, após o pagamento das obrigações mensais com créditos previamente contraídos.

A fórmula de cálculo é:

Taxa de esforço = (Encargos financeiros mensais / Rendimento) x 100

A taxa de esforço não deve ser superior a 35%, ou seja, no conjunto, todos os empréstimos não devem exceder 35% dos rendimentos.

O que fazer se a taxa de esforço for elevada?

Negociar e consolidar todos os empréstimos num só, por exemplo. A consolidação de créditos é uma solução financeira praticada por intermediários em operações de crédito, especialistas em juntar todos os créditos num único. Pode-se alargar o prazo de pagamento ou até reduzir a taxa de juro e ficar a pagar apenas uma prestação mensal, o que contribuirá para melhorar a taxa de esforço e, consequentemente, ganhar flexibilidade financeira. Feitas as contas, facilmente conseguimos chegar a uma conclusão sobre o valor que conseguimos pagar por mês ao banco.

 

As taxas de juro cobradas são várias, como TAN, TAE, TAER e TAEG, estas são as principais taxas de juro utilizadas na maioria dos empréstimos. Para escolher o crédito mais em conta é importante saber o que significam estas siglas e para pagar o menos possível, fazer simulações em diferentes instituições financeiras e comparar as taxas de juro “oferecidas” por cada uma.

 

Quanto a seguros, os valores vão depender do valor da casa, da nossa idade, problemas de saúde e da seguradora em si. Também estes valores são possíveis de renegociar e para quem não sabe, há um valor de seguro da casa pago anualmente e um valor de seguro de vida pago mensalmente.

 

 

Sobre o IMI, nós por exemplo estivemos isentos durante 8 anos, agora as regras são outras e o melhor é mesmo ver na internet como se pode ficar isento ou até perguntar aos antigos donos quanto pagam de IMI, pois em Abril de todos os anos é um imposto a considerar. Antes de avançar com uma solução de crédito à habitação, é pensar e repensar. O IMT por acaso também ficámos isentos (casa valia menos de 92 mil €), mas é um imposto pago pelo novo proprietário, quer seja um imóvel novo ou usado.

 

 

É ler e reler.

É procurar informação, tirar dúvidas, fazer questões e mais questões.

Pegar na calculadora e fazer contas.

Depois é só comprar a casa e usufruir do melhor que ela pode ter e dar

Clube Rik & Rok = descontos!

22.05.18

Ando eu planear a minha visita anual ao Zoo Santo Inácio com a cunhada e irmã e a lamentar claro os preços dos bilhetes. A cunhada em troca de impressões com outra pessoas descobriu que poderia inscrever as crianças no Clube Rik & Rok e estas nao pagariam bilhete.

clube.gif

Um dia fui até ao jumbo (no balcão de apoio ao cliente) e questionei como funcionava, assim aqui fica a dica:

- é gratuito

- é para crianças dos 4 aos 10 anos

- no momento dão o cartão de sócio com uma brochura com os locais parceiros (a lista aqui)

- descontos exclusivos

- surpresas

- newsletter mensal com novidades do clube e passatempo

 

IMG_21052018_133915.jpg

A minha poupança este ano vai ser de pelo menos 9.9€ do bilhete da Gabriela no Zoo Santo Inácio (entrada gratuita, desde que um adulto pague) e 1.5€ no Museu do Brincar  (50% desconto) que coitadita estava de varicela quando os amigos foram.

 

Para todos que tenham crianças nestas idades vejam o site, há descontos em parques aquáticos, hoteis, centro de explicações, ..., por todo o país.

Férias de verão - vale de 30€ para alojamento local e algumas sugestões!

16.05.18

Quem ainda não marcou as férias ponha o dedo no ar?

111.jpg 

O mês de abril terminou e com isto o mapa de férias também tem de estar fechado em qualquer trabalho, emprego e empresa.

 

Assim agora é o corre corre para marcar as férias de verão que o turismo não está para brincadeira e facilmente fica lotado ou demasiado caro.

 

Um site que uso muito é o Airbnb de alojamento local....são raros ou pouco económicos os hotéis que dão aqui para a família.

 

112.png

O site é super fácil de usar e fica aqui um link para quem quiser aproveitar 30€ de desconto numa estadia de 2 noites e superior a 65€, se não me engano nas regras.

Se já tiverem conta não adianta criar outra, o site reconhece os Ip's de cada casa. A minha irmã precisou, não habituada à internet e pagamentos com cartão de crédito (ou PayPal) pediu-me para lhe criar a conta, resumindo não teve direito a desconto nenhum. Depois tivemos de fazer no nome do cunhado com ligação direta por telefone do passo a passo.

 

Ficam aqui algumas sugestões para quem não tiver ideias:

 

Arouca - link - sem disponibilidade no mês de Agosto, mas preços a partir de 64€/noite para 2adultos e 2 crianças em Junho

arouca.jpg

São Martinho do Porto - link - a partir de 67€/noite para 2 adultos e 2 crianças em Junho (Julho já muito limitado, mas Agosto ainda com alguns dias livres)

 

sao.png

Vila Nova de Mil Fontes - link - a partir de 70€/noite para 2 adultos e 2 crianças,com disponibilidade só em Junho 

vila.png

Vimieiro (perto de Estremoz) - link - a partir de 45€/noite para 2 adultos e 2 crianças,com disponibilidade só em Junho 

vimi.png

E poderia continuar nisto...em Portugal há imensas casas, a disponibilidade é que já começa a ficar escassa e se forem como nós em que querem tudo, piscina (de preferência aquecida), perto da praia, com internet, maquina de lavar loiça e com melhores condições no geral que a nossa casa, a um preço aceitável.... não fica fácil.

 

Boa sorte aos que ainda estão à procura:)

 

 

 

 

 

 

 

Do que trata o livro Poupar só 12 dias por ano!

05.05.18

A poupança é uma preocupação constante aqui por casa...bem como o controlo dos gastos.

 

Não gastar mais que aquilo que se ganha é um dos princípios base...mas por vezes é dificil...quando surge uma despesa inesperada. 

capaA4 (3).jpg

Daí, a pesquisa e o interesse pelo assunto da gestão do dinheiro passou a ser também uma constante.

 

As 4 perguntas que estão na capa do livro e saber responder, era o que mais me importunava...

- como poupar?

- porquê poupar?

- quanto poupar?

- quando poupar?

 

A resposta ao como poupar é a que ocupa mais páginas...talvez a mais dificíl de conseguir responder...mas encontrei alguns métodos e técnicas pela internet bem interessantes e fáceis de aplicar.

 

No porquê poupar herdei a ideia da mãe para qualquer eventualidade trágica: a morte do marido que é a maior fonte de rendimento da casa, um problema de saúde grave...Hoje percebo que é importante poupar para essas e outras eventualidades, mas sobretudo para vivermos descansados durante estes nossos anos de vida agitados e gozar esse descanso mais tarde.

 

No quanto poupar eu achava que era tudo o que se pudesse e sobrasse no fim do mês...Mas passava o tempo todo obcecada com essa ideia sem ter o prazer de me dar um mimo ou aos que gosto. E afinal, estando as contas organizadas há um valor ideal de poupança e com isto quando gasto não há remorso!

 

Em resposta ao quando poupar, acho que sem critério nenhum fazia quando sobrava...Agora não o fazemos assim, há um dia para poupar por mês e o que sobrar no fim do mês poupa-se mais ou gasta-se mas com sentido no que se precisa mesmo!

 

Se também tens curiosidade neste tema, não deixes de participar no projeto de crowdfunding....por 5€ já podes receber este livro em formato digital...mas há outros montantes com outras ofertas.

 

Sabe mais clicando aqui.

 

Obrigada a todos que participarem contribuindo neste projeto.